Barragem do Rio do Descoberto está com o nível abaixo do normal e Adasa toma medidas cabíveis – TV CMN – Canal Municipal de Notícias
Enviado no dia 16/09/16 16:27:11 - Atualizado em 16/09/16 às 16:39:04
Barragem do Rio do Descoberto está com o nível abaixo do normal e Adasa toma medidas cabíveis
  • 2
  • 3.158
  • TV CMN

 

Barragem do Rio do Descoberto está com o nível abaixo do normal e Adasa toma medidas cabíveis

Barragem do Rio do Descoberto seca (Foto: Tony Winston/Agência Brasília)

A escassez de chuvas em Brasília levou a Barragem do Rio Descoberto a atingir o nível mais baixo de sua história. O reservatório responsável por abastecer 65% do Distrito Federal estava com apenas 40% da capacidade até às 14h35 desta sexta-feira (16). A medição é feita desde 1989. O ideal é que ele se mantenha acima de 60% de seu volume útil.

Por isso, a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa-DF) declarou estado de alerta por situação crítica de escassez hídrica para a capital do País. Na tarde de hoje, o diretor-presidente da agência, Paulo Salles, assina a Resolução nº 15, de 2016, que recomenda medidas a fim de assegurar a manutenção dos recursos neste fim de ano.

Para minimizar os efeitos da estiagem, a Adasa começou a adotar medidas de racionalização do consumo, como intensificar as campanhas educativas e aumentar a fiscalização para coibir captação ilegal de água. A resolução apresentada nesta sexta determina suspender a emissão de autorizações para uso dos recursos hídricos superficiais, ou seja, para fins que não sejam extremamente necessários, e orienta a população do DF a evitar o uso de água tratada para lavar carros, garagens, para irrigação paisagística e encher piscinas.

Para mais informações sobre as medidas da Adasa, acesse o JORNAL DE BRASÍLIA.

barragem_do_rio_descoberto_01

Foto em 24 Fevereiro de 2012 (Foto: N4TR!UMbr)

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

2 Comentários

  1. ó roriz fez Corumbá IV já prevendo isso,falta liga o turbo a Brasília, e a barragem de águas lindas fica para águas lindas.falta só governo.

  2. Isaquiel Barbosa em

    A questão é que a população esta crescendo de maneira extensa e sem estrutura produzindo um consumo maior de recursos naturais tais como nascentes, desmatamentos. Entre outros fatos, analisa a população de Brasília em 1989 e a de hj. Tudo isso aumenta o consumo.

Deixe uma resposta