Grupo que se dizia ser da Proteção Ambiental é flagrado com armas de fogo – TV CMN – Canal Municipal de Notícias
Enviado no dia 15/05/15 15:16:18 - Atualizado em 19/05/15 às 15:50:18
Grupo que se dizia ser da Proteção Ambiental é flagrado com armas de fogo
  • 17
  • 3.944
  • TV CMN

c2eff1f41ba487fb8792d49aa3120267

Armas de fogo, munições, uniformes militares e outros objetos foram apreendidos por policiais Tático Operacional Rodoviário (TOR), na noite desta quinta-feira (14), na DF – 180, na altura de Samambaia.

A equipe do TOR patrulhava a rodovia quando os policiais viram uma Pick-UP GM/S-10 que gerou desconfiança aos policiais, pois o veículo tinha um rotolight (dispositivo luminoso indicador de veículo de emergência) instalado no teto e os quatro ocupantes utilizavam uniformes militares.

Os policiais pararam os suspeitos e realizaram a abordagem. Na revista pessoal nada foi encontrado, porém, no interior do carro foi encontrado um carabina 44 com luneta e duas munições, uma pistola 765 com onze munições, um simulacro de pistola 9mm, duas balaclavas, facas, algemas, uniformes militares e capas de coletes balísticos.

IMG-20150515-WA0013

IMG-20150515-WA0010

Os suspeitos alegaram que faziam parte de um grupo de voluntários que atuam na proteção do meio ambiente, mas não possuíam nenhuma identificação e nem autorização para portar arma de fogo. Por conta disso, os quatro detidos foram encaminhados à 21º DP para registro da ocorrência.

A equipe dessa abordagem foram os militares sargento Carloman, cabo Flávio Queiroz, soldados Vinícius e Cardoso do TOR.

Fonte e foto: Polícia Militar do Distrito Federal

Fotos: Globo

NOTA DE ESCLARECIMENTO

GUARDA NACIONAL PROTEÇÃO AMBIENTAL

Em virtude do ocorrido na última quinta-feira, 14 de maio, na DF 180, e divulgado através da imprensa local, onde agentes desta Instituição foram abordados e apreendidos, portanto arma de fogo entre outros artefatos que são inapropriados para a execução de nossas atividades a Guarda Nacional Proteção Ambiental vem a público esclarecer que este foi um fato isolado e que os agentes que integram a Instituição tem conhecimento sobre a NÃO AUTORIZAÇÃO de nenhum desses instrumentos no decorrer das ações de conscientização realizadas. A Guarda Nacional ressalta ainda que de acordo com o Artigo 2º do Estatuto Social que rege a Instituição, o objetivo principal se restringe à:“A luta pela qualidade do meio ambiente, o respeito às normas e legislação existente, bem como sua aplicação para o bem comum, dentro de princípios éticos, atuar em educação e conscientização ambiental em parcerias com órgãos públicos e privados visando a proteção do meio ambiente, erosões, locais confinados, princípios de incêndios florestais e poluições de nascentes.” É importante esclarecer também que estão sendo adotadas medidas de segurança para que este incidente não venha a ocorrer novamente e que os agentes envolvidos no ocorrido estão sob processo avaliativo interno etão logo serão tomadas as providências cabíveis a este fato. A população pode ter certeza de que a Guarda Nacional trabalha com seriedade e recusa veementemente qualquer ato que possa gerar insegurança ou tenha por finalidade a promoção do caos ou desordem.

Brasília, 18 de maio de 2015.

FRANCISCO DE ASSIS ANDRADE

PRESIDENTE DA GUARDA NACIONAL DE PROTEÇÃO AMBIENTAL

Site: gnapbrasil.com.br

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
  • Ortho Implante

17 Comentários

  1. toda e qualquer organização que não esta embasado em lei deve acabar e os integrantes devem ser encaminhados a delegacia de policia para averiguação e os responsáveis punido com rigor da lei .para que nosso país não se torne uma colombía dos guerrilheiros sem controle as forças armadas.as ongs são o cancer do brasil…..

  2. Artigo 2º do Estatuto Social.CADÊ A LEI QUE AMPARA VOCÊS? estatuto social de que. Ate parece que a sociedade de Aguas Lindas é formada por pessoas sem qualquer conhecimento. É muito facil qualquer um ir a uma loja comprar um uniforme criar insigneas de uma coisa que não existe, e ainda andar armado. Esse cidadão que se diz presidente de uma tal de guarda nacional de proteção ambiental, coisa criada por quem não tem o que fazer, agora vem a publico tentar justificar o injustificavel ao afirmar que não sabia que seus companheiros andam armados se passando por policia, ibama ou qualquer outro orgão legalmente constituido um claro exemplo de usurpação de função. O que sera que essas pessoas faziam com essas armas durantes suas atividades. usando um carro todo etiquetado com sinais luminosos homens fardados, qualquer um que não conhece logo pensa que são policiais alguns ate usam estrelas gemadas semelhantes as de coroneis da pm ou inspetores da PRF. Tudo plagio É bom lembrar tambem que no momento da abordagem a essa aberração um dos ocupantes disse que era Major do Ambiental, só se for do ambiental de marte.

    • São três os crimes contra a honra: calúnia, difamação e injúria.

      Neste artigo, o assunto será tratado da seguinte forma:

      Definição legal dos crimes contra a honra.
      Qual a diferença entre os crimes contra a honra?
      Exemplos.
      1. Definição legal dos crimes contra a honra

      Os crimes contra a honra estão previstos nos artigos 138, 139 e 140 do Código Penal. O Código Penal define esses crimes da seguinte forma:

      Calúnia

      Art. 138 – Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime.

      (…)

      Difamação

      Art. 139 – Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação.

      (…)

      Injúria

      Art. 140 – Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.

      (…)

    • Dessa forma, qualquer imputação (opinião) pessoal (insultos, xingamentos…) de uma pessoa em relação à outra, caracteriza o crime de Injúria.

      Injuriar alguém, significa imputar a este uma condição de inferioridade perante a si mesmo, pois ataca de forma direta seus próprios atributos pessoais. Importante ressaltar que, neste crime, a honra objetiva também pode ser afetada.

      No crime de Injúria não há a necessidade que terceiros tomem ciência da imputação ofensiva bastando, somente, que o sujeito passivo a tenha, independentemente de sentir-se ou não atingido em sua honra subjetiva. Se o ato estiver revestido de idoneidade ofensiva, o crime estará consumado.

      Por outro lado, mesmo que a Injúria não seja proferida na presença do ofendido e este tomar conhecimento por terceiro, correspondência ou qualquer outro meio, também configurará o crime em tela.

      Injúria

      Art. 140 – Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro:

      Pena – detenção, de um a seis meses, ou multa.

      § 1º – O juiz pode deixar de aplicar a pena:

      I – quando o ofendido, de forma reprovável, provocou diretamente a injúria;

      II – no caso de retorsão imediata, que consista em outra injúria.

  3. Senhores da Guarda Nacional proteção ambiental o senhores podem requerer o direito de resposta na LEI No 5.250, DE 9 DE FEVEREIRO DE 1967. Art . 31. O pedido de resposta ou retificação deve ser atendido:

    I – dentro de 24 horas, pelo jornal, emissora de radiodifusão ou agência de notícias;

    § 1º No caso de emissora de radiodifusão, se o programa em que foi feita a transmissão incriminada não é diário, a emissora respeitará a exigência de publicação no mesmo programa, se constar do pedido resposta de retificação, e fará a transmissão no primeiro programa após o recebimento do pedido.
    Art . 32. Se o pedido de resposta ou retificação não fôr atendido nos prazos referidos no art. 31, o ofendido poderá reclamar judicialmente a sua publicação ou transmissão.

    • Já aprovamos a própria mensagem de esclarecimentos, mas a TV CMN só vinculou no site e a fonte é da própria Polícia Militar do Distrito Federal.

  4. NOTA DE ESCLARECIMENTO

    GUARDA NACIONAL PROTEÇÃO AMBIENTAL

    Em virtude do ocorrido na última quinta-feira, 14 de maio, na DF 180, e divulgado através da imprensa local, onde agentes desta Instituição foram abordados e apreendidos, portanto arma de fogo entre outros artefatos que são inapropriados para a execução de nossas atividades a Guarda Nacional Proteção Ambiental vem a público esclarecer que este foi um fato isolado e que os agentes que integram a Instituição tem conhecimento sobre a NÃO AUTORIZAÇÃO de nenhum desses instrumentos no decorrer das ações de conscientização realizadas.

    A Guarda Nacional ressalta ainda que de acordo com o Artigo 2º do Estatuto Social que rege a Instituição, o objetivo principal se restringe à:“A luta pela qualidade do meio ambiente, o respeito às normas e legislação existente, bem como sua aplicação para o bem comum, dentro de princípios éticos, atuar em educação e conscientização ambiental em parcerias com órgãos públicos e privados visando a proteção do meio ambiente, erosões, locais confinados, princípios de incêndios florestais e poluições de nascentes.”

    É importante esclarecer também que estão sendo adotadas medidas de segurança para que este incidente não venha a ocorrer novamente e que os agentes envolvidos no ocorrido estão sob processo avaliativo interno etão logo serão tomadas as providências cabíveis a este fato.

    A população pode ter certeza de que a Guarda Nacional trabalha com seriedade e recusa veementemente qualquer ato que possa gerar insegurança ou tenha por finalidade a promoção do caos ou desordem.

    Brasília, 18 de maio de 2015.
    FRANCISCO DE ASSIS ANDRADE
    PRESIDENTE DA GUARDA NACIONAL DE PROTEÇÃO AMBIENTAL

  5. A Guarda Nacional de Proteção Ambiental e instituição seria de defesa ambiental convido a todos a visitarem a base de apoio em Águas Lindas(próximo ao Detran) para devidos esclarecimentos ea todas as duvidas. O que aconteceu foi fato isolado que 02 educador ambiental portava arma de fogo os mesmos vão responder pelos seu atos de acordo com a lei.

  6. SÓ LEMBRANDO AOS AMIGOS DA TV CMN QUE O CRIME DE PORTE ILEGAL DE ARMAS RESTRITAS NÃO CABE FIANÇA E TEM UMA PENA MÁXIMA DE RECLUSÃO DE SEIS ANOS.

  7. É BELO TRABALHO DO TOR OU SEJA TÁTICO OPERACIONAL RODOVIÁRIO AQUI NO ENTORNO SUL MAIS PRECISAMENTE EM VALPARAISO FOI PEGO UM SIMVE E UM CAMARADA PEDIDO DA JUSTIÇA COM 03 ARMAS DUAS PONTO 0.40 DE USO RESTRITO DAS FORÇAS POLÍCIAS E UMA 380 SIMPLISMENTE NÃO DEU NADA PARA O SIMVE FOI RECOLHIDO ATÉ GOIANIA AGORA SE FOSSE NO DF, SERIAM AUTUADOS POR POTE ILEGAL DE ARMAS RESTRITAS COMO FORAM AUTUADOS ESSES CAMARADAS QUE SE PASSAVAM COMO REPRESENTANTES AMBIENTAIS.

  8. os caras pesan que o df e aguas lindas cidade sem lei ,que as pessoas faz tudo,negativo vcs nao sao policiais,nao tem autoriçao pra andar armado,isso e um serviço, voluntario

  9. E aqui em Aguas lindas lindas também tem um carro que tem escrito DEFRAUDAÇõES os caras tem coletes,giro flex. eles devem ser coleguinhas

Deixe uma resposta